AC1A2000-2

Perda auditiva na Terceira Idade e Zumbido

June 2, 2017

 

Presbiacusia é a chamada perda auditiva decorrente do processo normal do envelhecimento.  Acomete cerca de 30% das pessoas acima dos 50 anos de idade.  Geralmente os paciente se queixam de perda auditiva, dificuldade de entender e  dificuldade para ouvir em ambientes barulhentos.

Outro sintoma precoce da Presbiacusia além da perda auditiva é o zumbido. Ele pode se manifestar como um chiado ou apito nos ouvidos ou no meio da cabeça. Sem tratamento adequado o zumbido tende a piorar com o passar dos anos e se tornar cada vez mais alto e incômodo.

O grau de evolução da perda auditiva é variável. Em alguns pacientes a evolução é muito lenta, em outros é percebida rapidamente. Sem tratamento adequado o paciente que não escuta bem e não consegue se comunicar adequadamente devido à perda auditiva, vai se isolando cada vez mais do convívio familiar e dos amigos e pode causar ou piorar inclusive um quadro de depressão. Além disso, é muito comum os idosos não admitirem a dificuldade de ouvir e culpar as demais pessoas por “falarem baixo demais”. A família deve apoiar esse paciente a procurar auxílio médico e tratamento.

Nenhum tratamento medicamentoso é eficaz para prevenir a piora da audição, que é normal do processo de envelhecimento. No entanto, o tratamento de doenças como diabetes, doenças da tireóide, tratamento dos níveis elevados de colesterol  ou correção das deficiências vitamínicas devem ser instituídos nesses pacientes para preservar ao máximo sua capacidade auditiva.

Naqueles pacientes com zumbido, existem  medicações que podem ser iniciadas para reduzir o desconforto causado pelo zumbido. Cuidados na dieta, evitando café e álcool, também são indicados no tratamento do zumbido.

Prótese auditiva (aparelho auditivo) é o tratamento de escolha para a perda auditiva relacionada com a idade (presbiacusia). .  Hoje em dia existem aparelhos auditivos muito pequenos que ficam escondidos dentro dos ouvidos, invisíveis. Existem ainda modelos externos muito discretos.  Após uma avaliação com o Médico Otorrinolaringologista para excluir outras causas de perda auditiva como tampão de cerumem, otites, otoesclerose, etc e depois de realizada uma Audiometria (exame que mede a audição), o paciente deve iniciar a protetização auditiva o mais precoce possível.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Posts Recentes

July 26, 2017

July 14, 2017

June 9, 2017

June 6, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Endereço: Av. Osvaldo Reis 3281

Riviera Business & Mall - sala 911

Fone: 47 20337020